Atrás do corpo existe o oco

“Ao me deparar com a vastidão do trabalho do artista, de me perder entre seus incontáveis objetos e pertences pessoais me deparei com uma fala sua: “ …Eu posso falar de mim, posso falar de meu lugar, não dos outros. E não me preocupo, pois à medida que fui desenvolvendo as idéias, vi que em todo grande acontecimento quem o realizou estava falando de si…”

Naquele momento foi quase como se sua voz ecoasse, em evocação, através de todo o instituto e reverberasse desde o pequeno monóculo sobre a mesa de centro até seus retratos fotográficos. O trabalho nasceu. Não só pelo contato visual, mas também por entrecruzamentos sinestésicos, que de alguma forma ao longo de instantes quis transitar entre o seu ser e suas obras, em ressalto os desenhos da série Ligas.”

– Pedro Ermel

Atrás do corpo existe o oco
2016
caixa de luz realizada com madeira, vidro, impressão a laser s/ acetato e circuito elétrico
9 x 25 x 10 cm